.posts recentes

. Olá amigos!

. ...

. ...

. ...

. Sabe bem dizer adeus às c...

. "Embora ninguém possa vol...

. Sonho e amor

. Taras e manias

. Só tu consegues ser o meu...

. A vida

.arquivos

. Junho 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2006

Palavras de amor

Há palavras que nos beijam como se tivessem boca, palavras de amor e de esperança louca. São palavras que escrevo quando à noite perco o teu rosto, palavras que aparecem nos muros do meu desgosto. Às vezes, são coloridas. Às vezes, não têm cor, aparecem de repente. Será poesia ou amor?
São palavras que me levam onde a noite é mais forte, ao silêncio de quem ama, dos que têm essa sorte... Letra a letra vou escrevendo esta dor, com a minha mão formam-se palavras, depois frases, no fim um poema vindo do coração...

publicado por egasmoniz às 22:34

link do post | favorito

De Ana a 28 de Janeiro de 2006 às 10:01
Quando sentimos, a nossa alma enche-se de poesia...
A inspiração vem, sabe-se lá de onde, porque apenas transpomos para o papel o que nos vai na alma.
Muitas vezes releio o que escrevo e nem sei se fui eu, mas tá lá. Tá tudo lá...Tudo o que sinto e que não sei dizer, escrevo....e ao escrever liberto-me, fluo entre mil palavras que só eu entendo, e sinto-me despejar a harmonia. É bom sentir-me livre e liberta, por isso escrevo...
Por isso escrevemos...

Jinhus
Ana


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.Fazer olhinhos

blogs SAPO

.subscrever feeds